2 – A Família Monteiro de Franca-SP, Uberaba-MG, Penápolis-SP, Candeias-MG – Barbacena-MG – Capitão José Monteiro de Araújo (*Candeias-MG *1.785 – +Itirapuã-SP 1.861), pai do Coronel João Monteiro de Araújo neto (1820-1900), sua família unida à Madrinha da Serra

HISTÓRIA DE PORTUGUESES DO BRASIL

HISTÓRIA DE PORTUGUESES NO BRASIL
Você está no site da http://www.madrinhadaserra.com de enorme descendência – Ela viveu 103 anos fazendo o bem.
AQUI NOSSOS ANTEPASSADOS MONTEIRO DE ARAUJO ATÉ ONDE DESCOBRIMOS e os descendentes até nos do ano de 2020
5 IRMÃOS MONTEIRO DE ARAUJO CASARAM-SE COM 5 IRMÃS
BISNETAS DA MADRINHA DA SERRA- Filhos do Coronel João Monteiro de Araujo (neto) 1820-1900
AQUI, ENTÃO, A ORIGEM DOS PORTUGUESES MONTEIRO DE ARAUJO.
Damos todos os 14 filhos do Capitão José Monteiro de Araujo (1785-1860), e,
damos os 16 filhos do Coronel João Monteiro de Araujo, filho do Capitão José.
Aqui os descendentes DO TRONCO  joão monteiro de araujo (1820-1900) e mais seus antepassados portugueses até o ano de 1700
HISTÓRIA DE PORTUGUESES DO BRASIL
HISTÓRIA DE PORTUGUESES NO BRASIL
“Ainda existirá a velha casa senhorial do Monteiro?
Meu sonho era acabar morando e morrendo
Na velha casa do Monteiro.”
Este site é sobre JOAQUINA CUSTÓDIA DA CONCEIÇÃO, a Madrinha da Serra http://www.madrinhadaserra.com
 5 bisnetos da Madrinha da Serra casados com 5 irmãos Monteiro de Araújo, filhos do Coronel João Monteiro de Araújo (1820-1900), o NETO.
Então, vamos estudar os Monteiro de Araujo
Mandas-me, ó Rei, que conte declarando
De minha gente a grão genealogia:

Não me mandas contar estranha história,
Mas mandas-me louvar dos meus a glória.
Nota: Há quem ache que o Manoel Monteiro, abaixo, veio sim para Minas Gerais e foi juiz importante, talvez em Conselheiro Lafaiete-MG,  e seria nosso tronco no Brasil, conferir isto.
Em 29 de maio de 2019, fez 300 anos do casamento do Manoel Monteiro e Isabel Antônia em Portugal.
– Manoel Monteiro (NATURAL DA FREGUESIA DE SAMPAIO DE GUIMARÃES, termo da então Vila de Guimarães, hoje cidade, e, que foi a primeira capital de Portugal) e  Isabel Antônia, tiveram, na Freguesia de Carreira, Concelho de Santo Tirso, Distrito do Porto, em 1723, o filho:
(filho de manoel monteiro) 😮 português JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, o avô (1723-1799), natural da Freguesia de Santiago de Carreira, Concelho de Santo Tirso, Distrito do Porto, que veio para o Brasil, e, é nosso tronco em Candeias-MG.
VER ABAIXO ESTA FAMILIA DA ANA MARIA DE JESUS
10-12-2- Ana Maria de Jesus, batizada em Mogi aos 26-03-1747. Em Barbacena aos 19-11-1765 casou com João Monteiro de Araujo, nascido na freguesia de S. Tiago de Carreira Bispado do Porto, filho de Manoel Monteiro, natural da freguesia de Sampaio e Izabel Antónia da freguesia de Santiago, ambas do Bispado do Porto.
VER, ABAIXO, TODA NOSSA GENEALOGIA DESDE O ANO DE 1700 EM PORTUGAL
Então:
João da Costa e Mariana (ou maria) Monteira são os pais de:
Manoel Monteiro, (c/c Isabel Antônia, em 1719), que é pai de:
João Monteiro de Araujo (1723-1799), (c/c Ana Maria de Jesus), que é pai do:
NOSSO TRONCO EM FRANCA-SP
o CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO (1785-1860) (c/c Maria Joaquina de Jesus) e que é pai do:
CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, neto, (1820-1900) (c/c Laura Cândida de Assunção), que casou 5 filho(a)s com 5 bisneto(a)s da Madrinha da Serra
teve no total 16 filhos. Vó Laura teve o caçula Tio Neca com 49 anos de idade.

CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, (1785-1860), nosso tronco em Franca-SP

14 Filhos no INVENTÁRIO dele,  em 1861, em Franca-SP

nascido, em 1785, em Candeias-MG ou em Barbacena-MG, filho do português JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO (1723-1799), e, de Ana Maria de Jesus.

O CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO  é CASADO COM SUA PRIMA EM PRIMEIRO GRAU, a Maria Joaquina de Jesus (Pires de Morais) (1793-1871), e, falecido, em 1860, na Fazenda do Morro Redondo do Pontal, em Itirapuã-SP, na época Termo da Vila de Franca-SP.

A TRADIÇÃO DOS MONTEIRO DE ARAÚJO DE CASAR PRIMO COM PRIMO TEM MAIS DE 200 ANOS

Dados abaixo colhidos de informações da Família, do Inventário do CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, em Franca-SP, em 1861, e, do Inventário de sua esposa, a Maria Joaquina de Jesus (Pires de Morais), feito em 1872, no Fórum de Patrocínio Paulista-SP.

NOME DOS FILHOS E FILHAS e genros e de alguns netos. CASOU BEM TODAS AS FILHAS.

Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO falecido, em 23 de junho de 1860, na Fazendo Morro Redondo do Pontal, tem seu inventário, em Franca-SP, atualmente no Arquivo Municipal, maço 14, número 314, de 1860. Tem testamento.

Abaixo, os 14 filhos, quatorze FILHOS DO CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO (1785-1860). 

13 filhos COM MARIA JOAQUINA DE JESUS (Pires de Morais), sua prima em 1° grau), e, teve 1 FILHO NATURAL.

A maioria dos filhos moradores na FAZENDA MORRO REDONDO DO PONTAL, que é dos Monteiro de Araújo até hoje, na parte onde era a sede da fazenda.

A Fazenda Morro Redondo do Pontal, Hoje Varadouro,  fica em ITIRAPUÃ-SP, bem perto da divisa do Estado de São Paulo com Minas Gerais.  ITIRAPUÃ SIGNIFICA MORRO REDONDO.

Datas de nascimento dos filhos dadas a partir do Mapa de População de Candeias-MG de 1831, e, do inventário em 1861 de sua esposa.

Aparecem em 1831, ainda só com 8 filhos. 6 filhos nasceriam depois de 1831. Um filho, o Antônio, aparece no Mapa de População de 1831, nascido em 1826, e, este Antônio não aparece no inventário de 1861.

Ver abaixo, o Mapa de População de Candeias-MG de 1831, onde todos os filhos são registrados como BRANCOS.

14 filhos, quatorze FILHOS DO CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO (1785-1860). 

– 1- Ana Cândida de São José, também Ana Cândida de Jesus, Ana Candida Monteiro Vieira, viúva em 1860, moradora no MORRO REDONDO. Foi casada com Manoel Custódio Vieira. A sua filha única Amélia casou-se com o primo dela, o José Augusto Monteiro. Acreditamos ser destes Vieira, os casados na Família Monteiro de Araújo em Penápolis-SP. Nasceu em 1823.

– 2- Maria Eufrásia do Sacramento (GOMES DA SILVA), Maria Eufrásia Gomes da Silva. O marido é de família tradicional de fazendeiros, os Gomes da Silva, solteira e com 22 anos em 1860; Nasceu em 1838, em Candeias-MG; Morava no Morro Redondo em 1861. Casou-se depois na importante e tradicional Família GOMES DA SILVA. Casada com  Joaquim Galdino Gomes da Silva. Parece ser esta Eufrásia a filha que deu importantíssima família em Ribeirão Preto-SP.

-3- Josefa Cândida de Jesus (Josefa Monteiro Rosa), c/c Joaquim do Couto Rosa; esse comprou o Morro Redondo junto com o sogro o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO e junto com com o Francisco Pires de Morais que é irmão da Maria Joaquina de Jesus (Pires de Morais), esposa do Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO. Moravam na Fazenda Morro Redondo em 1860. Nasceu em ANTES DE 1831.

-4- Manuel Antônio Monteiro, casado com Maria Eufrásia Nogueira, morador em Passos-MG. Pai do Capitão Militão Monteiro de Araujo, pioneiros em Penápolis-SP, e Militão, natural de Passos-MG, também é pioneiro em Tanabi-SP, onde é nome de Avenida. Eu tenho o batismo do Militão em Passos-MG onde dá Maria Eufrásia Nogueira como esposa. Maria Eufrásia talvez filha do Major Nascimento e Maria Cláudia Nogueira de Franca-SP. Ele casou um  filho OU NETO com a filha do fundador de Penápolis-SP, o Manoel Bento da Cruz. Filhos: 1- Urias, 2- Militão (Foi para Penápolis-SP depois Tanabi-SP onde é pioneiro), 3- João, 4- José Augusto (herdeiro da sede da Fazenda Morro Redondo, a qual na parte da sede esta com seus bisnetos até hoje, 2019), 5- Mariana (Nhá), 6- Prudenciana Amélia (Sinota), 7- Ercília (Cilica), 8- Eufrásia Amélia, 9- Emília (Miloca), 10- Maria Rita (Tia Ritinha), 11- Chico Monteiro – E PARECE TER TIDO ainda UM FILHO COM O MESMO NOME – Manuel Antônio Monteiro – que, para estar ainda vivo em Penápolis-SP em 1920, tem que ser filho do mesmo nome. Nasceu em DEPOIS DE 1831. Maria Amélia, na árvore que ela fez, não registra filho Manoel.  Se foi este 4- Manuel Antônio Monteiro que foi para Penápolis-SP, então foi o único filho do Capitão José Monteiro de Araújo (1785-1860) a ir para lá.

– 5- Ponciana de Lima, Ponciana Monteiro, Ponciana Porcina Maria de Jesus, mora em Franca-SP; casada com Álvaro de Lima Guimarães em 1861. Túmulo desse casal do Cemitério de Franca-SP é enorme e lindo. Família já entrou em contacto neste site. Família rica, bem de vida. Nasceu em DEPOIS DE 1831.

– 6- Demithildes Barbosa, Demitildes Marcialiana Monteiro, Demitildes Maria de Jesus, casada com Antônio Sebastião Barbosa, Moravam no Morro Redondo em 1860. Estes Barbosa conferir se são os Barbosa que casaram com Monteiro em Penápolis-SP, do Chico Barbosa. Nasceu em 1827.

– 7 JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, NOSSO AMADO AVÔ: casado com VOVÓ LAURA CÂNDIDA DE ASSUNÇÃO, (Pires de Morais pelo lado paterno), que pode ser sua prima em primeiro grau; teve 16 filhos entre 1843 e 1878, dos quais 8 foram para Penápolis-SP. 5 filho(a)s se casaram com bisneto(a)s da Madrinha da Serra. Em 1861, no inventário de seu pai se diz que morava em CANDEIAS-MG, provavelmente no Ribeirão dos Monteiro. Nasceu em Candeias-MG, em 1820, e, faleceu, em 1900, em Uberaba-MG: Seu pai mudou-se para Franca-SP quando ele já tinha 23 anos em 1843, e, acreditamos que ele veio bem depois para Franca-SP. Pode ser que nunca morou no Morro Redondo, e que tenha comprado, depois de 1861, outra fazenda em Franca-SP. Seus 16 filhos, por ordem de nascimento, são: 1- José Cândido Monteiro, 2- Antônio Monteiro de Araújo, 3- João Monteiro dos Santos, 4- Ernesto Antônio Monteiro, 5-CARLOS JUSTINO MONTEIRO, nosso amado avô, 6- Pedro Monteiro de Araújo, 7- João Monteiro de Araújo (filho), 8- Maria Cândida Monteiro, (também chamada Maria Cândida de Assunção), 9- Persília Cândida de Assunção, 10- Ana Cândida de Assunção, 11- Maria das Dores Monteiro, (Tia Sadóca), 12- Cassiana Cândida de Assunção, (também chamada Cassiana Monteiro de Araújo; era chamada de Tia Ciana), 13- Ester Cândida de Assunção, 14- Carlota Cândida de Assunção, 15- Eleolina Cândida de Assunção (Leolina – Liola – Dolina), e, 16- Manuel Monteiro da Silva, (Neca, o caçula). Leia mais sobre ele e seus filhos aqui: https://madrinhadaserra.com/6-capitao-joao-monteiro-de-araujo-1820-1900/, e, na página inicial DESTE SITE, todos os seus filhos que foram para Penápolis-SP casados com bisnetos da MADRINHA DA SERRA: www.madrinhadaserra.com

– 8- Joaquim Carlos Monteiro, casado, morava no Morro Redondo em 1861. Foi ele que doou o patrimônio para a formação da Igreja Matriz que deu origem a Patrocínio Paulista-SP. Casado com Francisca Umbelina Vieira. Nasceu depois de 1831.

-9- Francisco Monteiro de Araújo, também dito Francisco de Assis Monteiro, nascido em 1834; tinha 26 anos em 1861, e, era solteiro no inventário do pai dele.

– 10 – Maria Auta de Jesus, Maria Auta Monteiro, viúva, morava no Morro Redondo, em 1860. Casada com Joaquim José de Alvarenga. Nasceu em 1824.

– 11-Laura Maria Cândida, Laura Maria Monteiro, solteira, 21 anos em 1860. Nascida em 1839. Morava no Morro Redondo em 1860. Foi esposa de Joaquim Augusto da Cunha e Silva.

– 12-Cândida Cassiana de Jesus, Cândida Monteiro, já falecida em 1860, foi casada com Claudino Ferreira de Arara, ou Azaro. Nasceu em 1819.

– 13- José Monteiro de Araújo, mentecapto, casado com Maria Cândida de São José, morador no Morro Redondo do Pontal em 1861. Era mentecapto. Nasceu em 1818. A esposa também mentecapta. Leia o diário oficial do Estado de São Paulo sobre o inventário deles em Patrocínio Paulista-SP  jose monteiro de araujo mentecapto 31 jan 20 achei

– 14-  FILHO NATURAL: Não sabemos quem é a mãe dele: JOSÉ MARIA MONTEIRO casado com ANA DA NATIVIDADE, morador no BREJO, Goiás. Não sei onde é o Brejo.

Ver no inventário de 1861, e, em outros documentos no Arquivo Público Municipal de Franca-SP, os filhos acima dos herdeiros já falecidos. Idem no inventário em 1872, da Maria Joaquina de Jesus, no Fórum de Patrocínio Paulista-SP.

=

Em 1843, o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, QUE FORA JUIZ DE PAZ EM  CAMPO BELO-MG que fica ao lado de Candeias-MG (Na Fazenda da Maria Amélia Itirapuã-SP tem documentos dele), e, parte de sua família mudaram-se para a Fazenda do Morro Redondo do Pontal, no atual município de Itirapuã-SP (Itirapuã significa morro redondo), na época pertencente à Vila Franca do Imperador, da Província de São Paulo. 

Não vieram todos os filhos, em 1861; no inventário diz que o filho João (nosso avô) ainda morava em Candeias-MG.

AQUI FILHOS E GENROS e filhas solteiras DO JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO (O AVÔ) nascido na Freguesia de Santiago de Carreira, Concelho de Santo Tirso, Portugal em 1723 e falecido em 1799 em Candeias-MG, e de sua esposa Ana Maria de Jesus, falecida em 1810, com inventário em Formiga-MG.

Estes nomes estão em um documento existente na Fazenda da Maria Amelia Ribeiro Monteiro, herdeira junto com seus irmãos, da Fazenda do Morro Redondo do Capitão José Monteiro de Araújo, na atual Itirapuã-SP:

Este documento pode ser de 1810.

NOTA, ESTE PESSOAL APARECE MUITO NO LIVRO DO GOMIDE BORGES.

O SERTÃO DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS DA PICADA DE GOIÁS.

O marido era cabeça do casal por isto aparece nome dos genros.

Mas o inventário em da Ana Maria de Jesus em 1810 no Forum de Formiga-MG vai dar certinho todos os filhos do JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO (O AVÔ)  (1723-1799).

No documento de 1810, partição da fazenda dos Monteiro em Candeias-MG: aparece FILHOS E GENROS DO JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO FAL. EM 1799 e de Ana Maria de Jesus fal. em 1810, com inventário no Fórum de Formiga-MG.

1-JOAQUIM MONTEIRO DE ARAUJO este é filho

2-DOMINGOS TEIXEIRA DE ARAUJO, FILHO: é genro, não dá o nome da esposa

3-ANTONIO ALVES DA CUNHA é genro, DA REGIÃO DE BOA VISTA, CANDEIAS-MG

4- BENTO TEIXEIRA DA CUNHA, é genro

5-JOSÉ MONTEIRO DE ARAUJO, nosso amado avô, ver abaixo

6-FRANCISCA ANTÔNIA DE JESUS é filha solteira em 1810

7-Filha? MARIA JOAQUINA DE JESUS c/c JOAQUIM PIRES DE MORAES que veio para o Morro Redondo também comprando a fazenda em sociedade em 1843

e aparece o nome de Ana Maria de Jesus, que pode ser filha homônima ou a viúva do JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO FALECIDO EM 1799.

NOSSO TRONCO NO BRASIL
João Monteiro de Araujo (AVÔ, FALECIDO EM CANDEIAS-MG EM 1799), nascido na freguesia de S. Tiago de Carreira Bispado do Porto, filho de Manoel Monteiro, natural da freguesia de Sampaio e Izabel Antonia da freguesia de Santiago, ambas do Bispado do Porto.
Agradecemos ao Projeto Compartilhar
CONHEÇA A FAMÍLIA DE ANA MARIA DE JESUS ESPOSA DO JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO, O AVÔ
SOMOS PORTUGUESES DA ATUAL UNIAO DE  FREGUESIA DE CARREIRA E REFOJOS DE RIBEIRA DE AVE, MUNICIPIO E CONCELHO DE SAO TIRSO, DISTRITO DO PORTO
ATÉ HOJE TEM MONTEIRO NA TERRINHA
TEM O AUTO MONTEIRO
Santo_Tirso_freguesias_2013.svg.png
A IGREJA ONDE JOAO MONTEIRO DE ARAUJO FOI BATIZADO POR VOLTA DE 1730
EM BAIXO DA FOTO O AUTO MONTEIRO
z igreja carreira.png
auto monteiro dois
auto monteiro 13 out 18
HISTÓRIA ADMINISTRATIVA/BIOGRÁFICA/FAMILIAR

A freguesia de São Tiago da Carreira era curato anexo à abadia de São Cristovão de Refojos e da apresentação do abade, no antigo concelho de Refojos de Riba Ave e antiga comarca do Porto. Foi depois vigararia e, mais tarde, passou a reitoria independente. Antigamente, foi sede de um concelho, há muito extinto. Em 1839 aparece no concelho de Refojos de Riba Ave e, em 1852, aparece já no concelho e comarca de Santo Tirso. Comarca eclesiástica da Maia – 3º distrito (1856; 1907). Segunda vigararia de Santo Tirso (1916; 1970).

LOCALIDADE

Carreira – Santo Tirso

AQUI PARA PESQUISAR GENEALOGIA NO ARQUIVO DISTRITAL DO PORTO
e em tombo.pt
neste site procurre por São Tirso – Carreira
ESTATUTO LEGAL

A comunicabilidade dos documentos, está sujeita à legislação que rege o regime geral dos arquivos e do património arquivístico (Decreto-Lei nº 16/93, de 23 de Janeiro) e a legislação mais específica de acordo com os casos

HISTÓRIA CUSTODIAL E ARQUIVÍSTICA

Incorporações efectuadas pela Câmara Eclesiástica do Porto e pela Conservatória do Registo Civil de Santo Tirso em 23 de Outubro de 1953, 19 de Fevereiro de 1999 e 15 de Fevereiro de 2013.

Em 1993 foi publicado pelo Arquivo Distrital do Porto, o Guia do Arquivo que esteve em uso até 2005, cumulativamente com a descrição disponível através da aplicação de descrição arquivística Arqbase. Em 1994 foi publicado o Inventário Colectivo dos Registos Paroquiais, no âmbito do Inventário do Património Cultural Móvel.

ENTÃO:
MANOEL MONTEIRO (c/c Izabel Antônia) é pai de:
JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO, o avô, (c/c Ana Maria de Jesus) é pai de:
Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAUJO (c/c Maria Joaquina de Jesus) é pai de:
CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO, neto, (c/c Laura Cândida de Assunção) é o pai de:
16 filhos, dos quais 5 se casaram com bisnetas da MADRINHA DA SERRA e são estudadas em detalhe neste site.
QUASE CERTEZA QUE Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAUJO (c/c Maria Joaquina de Jesus)  são primos em primeiro grau.
Nota: Suspeitamos que a Ana Maria de Jesus e Maria Joaquina de Jesus abaixo, sejam parentes, dado a tradição de casamento entre primos.
Além do DE JESUS sobrenome religioso, Maria Joaquina é Pires de Morais e o João Monteiro de Araújo teve filha casada com Pires de Morais.
Também é Pires de Morais a mãe da esposa do coronel João Monteiro de Araujo NETO (1820-1900).

“Ainda existirá a velha casa senhorial do Monteiro?

Meu sonho era acabar morando e morrendo

Na velha casa do Monteiro.”

Aquilo que ouvimos, e, que aprendemos, e, que nossos pais nos contaram,

não o encobriremos aos nossos filhos.

Nós os contaremos, de geração em geração.

.
Eram do Ribeirão dos Monteiros desde o final do século XVIII, perto da Usina Hidrelétrica dos Monteiros e perto onde depois teve uma estação de trem da rede mineira de viação.
Dali seguiram, em 1842, O Capitão José Monteiro de Araujo e um genro mais um cunhado, para o Morro Redondo, hoje fazenda Varadouro ainda da família em Itirapuã-SP, dali em 1891 o Coronel João Monteiro de Araujo Neto, partiu para a Fazenda Badajós em Uberaba-MG. Dali, os filhos depois de ficarem órfãos mais o Antonio que Estava ainda no Morro Redondo foram no inicio do seculo XX para Penápolis-SP.

JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, falecido em 1799, óbito registrado no livro de ITapecerica-SP capelas filiais (Candeias-MG), Livro está na Arquivo Diocese de Divinópolis-SP, (foi casado com Ana Maria de Jesus, com inventário no Forum de Formiga-MG, em 1810, não li ainda mas será esclarecedor se tiver testamento com local de nascimento e nome dos pais),  é o pai de:

Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, nascido provavelmente, mas não certeza, no Ribeirão dos Monteiros, Candeias-MG; (pode ser também de Freguesia de Itatiaia, Ouro Branco MG de onde vem sua mãe. Nasceu em 1785+-,  fal. 1861, com testamento na Fazenda Morro Redondo do Pontal, hoje Itirapuã-SP, foi casado com Maria Joaquina de Jesus nascida em 1794+- em Itatiaia Ouro Branco-MG fal. morro redondo 1872 com inventario e testamento, e, se casaram em 1816 mais ou menos em Candeias-MG (data de 1816 pelo filho mais velho ter 12 anos em 1831 ver abaixo), que é pai de:

Coronel JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO (NETO),1820-1900, nascido em Candeias-MG, que é o pai de

16 FILHOS – 5 dos quais casados com bisnetos da MADRINHA DA SERRA.

Este Coronel JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, (1820-1900), e sua família é estudado com detalhes neste site

http://www.madrinhadaserra.com

 

Abaixo vamos ver A PARTE DOS MONTEIRO DE ARAUJO QUE CASOU NA FAMILIA DA MADRINHA DA SERRA, 
5 filhos do JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO NETO (1820-1900) SE CASARAM COM 5 BISNETOS DA MADRINHA DA SERRA.
SÃO OS MONTEIRO DE SOUZA, SOUZA MONTEIRO,,, QUE NESTE SITE AQUI GANHAM DESTAQUE.. COM SEUS FILHOS NETOS TRINETOS ETC..
De onde vieram, onde moravam antes de virem para o Morro Redondo do Pontal, divisa São Paulo Minas Gerais, na atual Itirapuã-SP,, depois chamada Capivari da MAta…
Vieram de Candeias-MG.
Usina Ribeirão dos Monteiros, localizada na região da Estação de Bugios, município de Candeias, tive o privilegio de acompanhar a sua construção, quando aos domingos, juntamente com meu pai, minha mãe e meus irmãos, pegávamos o trem da Rede Mineira de Viação, a velha Maria Fumaça, todos os domingos as 8:00horas da manhã e as 17:00 horas, estávamos de volta, alegres, pois além da visita à nova usina hidrelétrica, para nós, viajar de trem, era uma grande terapia.
“Ainda existirá a velha casa senhorial do Monteiro?
Meu sonho era acabar morando e morrendo
Na velha casa do Monteiro.”

JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO falecido em 1799 é o pai de:

JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, fal. 1860, e que é pai de;

JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO (NETO) 1820-1900, que é o pai de

16 FILHOS – 5 dos quais casados com bisnetos da MADRINHA DA SERRA.

 

Aqui vamos ver os pais, e, os avôs do Coronel JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, (1820-1900), pai dos  8 pioneiros Monteiro de Araújo, dos quais 5 casaram-se com Nunes de Souza, pioneiros de Penápolis-SP.

8 dos 16 filhos do Coronel João Monteiro de Araújo e de Laura Cândida de Assunção, falecidos no Badajós em Uberaba-MG, foram para Penápolis-SP.

Ver sobre ele na página inicial. link abaixo da Madrinha da Serra.

5 Monteiro de Araújo se casaram com 5 bisnetos e bisnetas da MADRINHA DA SERRA.

Deles, 5 irmãos MONTEIRO DE ARAÚJO casados com 5 NUNES DE SOUZA estão na página inicial deste site:

www.madrinhadaserra.com

O Coronel João Monteiro de Araujo (1820-1900) morreu trabalhando, cuidando de porcos no mangueiro da Fazenda Badajós em Uberaba-MG
Ele dizia quando morava na Franca-SP:
– Se o D. Pedro II vier à minha fazenda, não poderei recebê-lo pois meus escravos comem comigo à mesa.

AQUI A GENEALOGIA DOS MONTEIRO DE ARAUJO.

1- JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO (AVÔ) falecido em 1799, assento de óbito nos livros de Itapecerica-MG que era freguesia que abrangia toda a região. Não sabemos seus pais, ele que deve ter nascido por volta de 1730. (Há quem diga que seu pai foi o Juiz Manoel Caetano Monteiro daquela região). JOAO MONTEIRO DE ARAUJO ( O AVÕ)  foi casado com ANA MARIA DE JESUS fal.1810, inventário em Formiga-MG, que vamos tentar ler, são os pais de:

2- Capitão José Monteiro de Araújo, nasc. 1785, provavelmente batizado na capela de Campo Belo-MG onde a Fazenda e Ribeirão dos Monteiros na atual Candeias-MG pertencia, e registrado nos livros de Itapecirica-MG,  e fal. 1860 em Franca-SP com inventário e testamento em Franca-SP (Fazenda Morro Redondo- na atual Itirapuã-SP), na atual fazenda Varadouro,  foi casado com Joaquina Pires de Morais,  são os pais de:

3-JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO (Neto, nome igual do avô), (1820-1900), Casado com Laura Cândida de Assunção, provável prima primeiro sua, que são os pais de:

5  filhos do João que casaram com 5 bisnetos e bisnetas da MADRINHA DA SERRA.

AQUI FILHOS E GENROS e filhas solteiras DO JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO (O AVÔ) falecido em 1799 em Candeias-MG, e de sua esposa Ana Maria de Jesus, falecida em 1810, com inventário em Formiga-MG. Estão em  um  documento existente na Fazenda da Maria Amelia Ribeiro Monteiro herdeira da fazenda do Morro Redondo do Capitão José Monteiro de Araújo, na atual Itirapuã-SP:

Este documento pode ser de 1810.

NOTA, ESTE PESSOAL APARECE MUITO NO LIVRO DO GOMIDE BORGES.

O SERTÃO DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS DA PICADA DE GOIÁS.

JOAQUIM MONTEIRO DE ARAUJO filho

DOMINGOS TEIXEIRA DE ARAUJO, FILHO:? genro, não dá o nome da esposa

ANTONIO ALVES DA CUNHA genro, DA REGIÃO DE BOA VISTA, CANDEIAS-MG

BENTO TEIXEIRA DA CUNHA, FILHO? genro

JOSÉ MONTEIRO DE ARAUJO, nosso amado avô, ver abaixo

FRANCISCA ANTÔNIA DE JESUS filha solteira

MARIA JOAQUINA DE JESUS c/c JOAQUIM PIRES DE MORAES que veio para o Morro Redondo também comprando a fazenda em sociedade em1842

Ana Maria de Jesus, que pode ser filha ou a viúva do JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO FALECIDO EM 1799.

Existiu nesta época um Manoel Monteiro de Araújo que também pode ser filho.

O Coronel JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO (neto), (1820-1900), filho do Capitão José Monteiro de Araújo e de Maria Joaquina de Jesus (Maria Joaquina Pires de Morais), teve cinco, (dos seus 16  filhos), casados com 5 filhos da Custódia Nunes de Souza, (também chamada Custódia Maria de Jesus), neta da MADRINHA DA SERRA. eSTUDADOS NESTE SITE.

Este coronel João Monteiro de Araújo falecido na Fazenda Badajós, em 1900, em Uberaba-MG é provável primo de sua esposa Laura Cândida de Assunção que também é Pires de Morais. É filha de Demitildes Cândida de Assunção, filha de Antônio Pires de Morais todos da mesma região de Itaberava-MG e Candeias-MG.

Esses 5 casais de Nunes de Souza-Monteiro de Araújo foram para Penápolis-SP onde tiveram descendência  enorme.

Ver página sobre o O Coronel JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, (1820-1900).

https://madrinhadaserra.com/6-capitao-joao-monteiro-de-araujo-1820-1900/

Um dos primeiros NETOS do  Capitão  José Monteiro de Araújo FOI O PIONEIRO EM PENÁPOLIS-SP, o José CÂNDIDO MONTEIRO, filho do JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO (O NETO – )

José candido monteiro NASCIDO em 1843, mais velho de 16 irmãos, em Candeias-MG, o mais provável; e, falecido, em Penápolis-SP, em 1916. pioneiro, primeiro monteiro a ir para Penapolis-Sp, antes de existir a propria vila de penapolis-sp. viajante boiadeiro, desde o tempo da colonia militar.

No cemiterio de PENAPOLIS-sp, ESTA – jOSÉ CANDIDO MONTEIRO,  MASCULINO branco 72 anos, morte natural, natural de minas gerais. sepultura 5 – nunca encontrada.

Procuramos bisnetos, não os conheço.

 

10-12 José Vaz de Moraes filho de José Vaz Moniz e Ana Pires de Oliveira, citado em SL. 6, 10, 3-5 mas não arrolado junto com os irmãos no título Rodrigues Lopes, como filho de seu pai e mãe.

         Casou em 13-08-1743 em Mogi das Cruzes com Ângela Paes de Almeida, filha de Manoel Pimenta de Abreu e Maria Godoy de Almeida.

Casamentos – Paroquia de Sant’Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 13-08-1743 Jose Vaz de Moraes, f.l. Jose Vaz Moniz e Ana Pires = cc Angela Paes de Almeida, f.l. Manoel Pimenta de Abreu e Maria de Godoy de Almeida, todos desta.

          José foi dos primeiros povoadores de  Barbacena-MG, onde encontramos vários de seus filhos legítimos e um natural:

          José Vaz de Moraes e Ângela Paes tiveram, que documentamos:

10-12-1 Antonio, batizado em Mogi das Cruzes aos 30-11-1744.

Mogi das Cruzes, SP bat. – aos 30-11-1744 bat. Antonio, f.l. Jose Vaz de Moraes e Angela Paes, padr.: Manoel Pimenta de Abreu e Maria de Godoy, casados e todos desta freguesia.

10-12-2- Ana Maria de Jesus, batizada em Mogi aos 26-03-1747. Em Barbacena aos 19-11-1765 casou com João Monteiro de Araujo, nascido na freguesia de S. Tiago de Carreira Bispado do Porto, filho de Manoel Monteiro, natural da freguesia de Sampaio e Izabel Antonia da freguesia de Santiago, ambas do Bispado do Porto.

Mogi das Cruzes, SP bat. – aos 26-03-1747 bat. Ana Maria, f.l. Jose Vaz de Moraes e Angela Paes, padr.: Domingos [——]menta, casado e Maria de Godoy, solteira e todos desta freguesia.

B7: casamentos Barbacena,capela de S. José do Ribeirão filial desta matriz, aos 19-11-1766 João Monteiro de Araújo, n/b na freguesia de S. Tiago da Carreira de Refojos Bispado do Porto, f.l. de Manoel Monteiro e Izabel Antonia; = cc. Ana Maria de Jesus, n/b na freguesia de Santa Ana das Cruzes da vila de Mogi Bispado de S. Paulo, f.l. de José Vaz de Moraes e de Angela Paes de Almeida. Test.: Jose Lopes de Oliveia e Alexandre Peixoto, todos ddesta freguesia.

          Ana Maria e José tiveram os filhos, batizados em Barbacena-MG, q.d.:

10-12-2-1 Maria, batizada em 04-11-1767, padrinhos o avô e a tia maternos.

B7: batismos  Barbacena, Ribeirão aos 04-11-1767 MARIA nascida aos 31-10-, f. de João Monteiro de Araujo natural da freguesia de S. Thiago de Carreira Bispado do Porto e s/m Anna Maria de Jesus natural da freguesia de N. Sra. da Conceição Bispado de S. Paulo; np de Manoel Monteiro natural da freguesia de S. Payo Bispado do Porto e s/m Isabel Antonia natural da sobredita freguesia de S. Thiago; nm de José Vas de Moraes natural da sobredita freguesia da Conceição e s/m Angela Paes natural da vila de Mogi Bispado de S.Paulo. Padr.: o dito Jose Vas de Moraes e sua filha Izabel, solteira.

10-12-2-2 Manoel, batizado em 20-11-1769, madrinha a avó materna.

B7: batismos Barbacena, Ribeirão aos 20-11-1769 MANOEL nascido aos 08, f.l. de João Monteiro de Ar.º e Anna Maria de Jesus,, np de Manoel Monteiro natural da freguesia de S. Paio Bispado do Porto e Izabel Antonia natural da freguesia de S. Tiago do mesmo bispado; nm de José Vas de Moraes natural da freguesia da Conceição Bispado de S. Paulo e Angela Paes natural da freguesia de S. Ana do mesmo bispado. Padr.: Antonio Pr.ª da S.ª e Angela Paes mulher de Jose Vas de Mores.

10-12-2-3 Francisca, aos 24-04-1771.

B7: batismos Barbacena, matriz aos 24-04-1771 FRANCISCA nascida aos 18, f.l. de João Monteiro de Araujo natural da freguesia de S. Tiago da Carr.ª Bispado do Porto e Anna Maria de Jesus natural da freguesia de Santa Ana de Moti das Cruzes Bispado de S. Paulo; np de Manoel Monteiro da freguesia de S. Payo Bispado do Porto e Izabel Antonia natural da freguesia de S. Tiago da Carr.ª; nm de Jose Vas de Moraes e Angela Pires. Padr.: Manoel Pinto, solteiro e Ignacia Joaquina mulher do Ldo. Manoel Rois.

10-12-3 Izabel Pires de Moraes, batizada em Mogi aos 26-11-1750. Solteira em 1767 quando foi madrinha juntamente com o pai da sobrinha Maria, supra. Aos 30-07-1782 casou com Antonio Manoel da Silveira, natural de Santa Bárbara da Ilha do Faial e filho de João da Silveira e Maria Furtada.

Mogi das Cruzes, SP bat. – aos 26-11-1750 bat. Izabel, f.l. Jose Vaz de Moraes e Angela Paes de Almeida, padr.: Antonio Pires de Abreu e Ana Pires de Almeida, solteiros e filhos do Cap. Manoel Pimenta de Abreu, e todos moradores desta freguesia.

B7: casamentos Barbacena, na capela de S. Jose do Ribeirão filial desta matriz, aos 30-07-1782 Antonio Manoel da Silveira, f.l. de João da Silveira e Maria Furtada, n. da freguesia de Santa Barbara da Ilha do Faial Bispado de Angra; = cc.  Isabel Pires de Moraes, f.l. Jose Vaz de Moraes e de Angela Paes de Almeidea, n/b naq vila de Mogi Bispado de S. Paulo. Test.: Manoel Caetano de Oliveira e Francisco Miz Roriz.

Tiveram q.d.:

10-12-3-1 José, falecido aos 30-03-1785.

B7: óbitos – Igreja Nossa Senhora da Piedade (Barbacena-MG) matriz, aos 30-03-1785 faleceu José, inocente, f.l. de Antonio Manoel da Silveira e Izabel Pires de Moraes.

10-12-3-2 João, batizado em 22-09-1783.

Barbacena, MG bat. – aos 22-09-1783 na cap. N. Sra do Rosario do Ribeirão bat. João n. aos 15 do dito, f.l. Antonio Manoel da Silveira e Izabel Pires de Moraes,. padr.: Jose Francisco, solteiro filho de Antonio Dutra, e Rosa Maria de Jesus mulher de Antonio da S.ª e Andr.e.

10-12-4- Joaquim, batizado aos 23-06-1759

B7: batismos Barbacena, Ribeirão aos 23-06-1759 JOAQUIM nascido aos 12, f.l. de Jose Vas de Moraes natural da freguesia N. Sra. da Conceição e s/m Angela Paes, natural da freguesia de Sta. Ana da vila de Mogi ambas Bispado de S. Paulo; np de José Vas Moraes e s/m Anna Pires de Oliveira naturais da dita freguesia de N. Sra. da Conceição; nm  Manoel Pimentel de Abreu e s/m Maria de Godoes naturais da dita vila de Mogi. Padr.: João Rois Valle, casado, e Bernardina Caetana do Sacramento mulher de Jose Lopes de Oliveira.

10-12-5- Manoel José de Moraes, batizado aos 14-12-1760. Aos 16-06-1798 casou com Ana Fernandes, filha de José Fernandes Vila Nova e Catarina Maria dos Santos. Família “Antonio Luiz de Medeiros”.

B7: batismos  Barbacena, matriz aos 14-12-1760 MANOEL nascido aos 06, f.l. de Jose Vas de Moraes e s/m Angela Paes de Almeida; np de Jose Vas Monis e s/m Anna Pires de Oliveira naturais da cidade de S. Paulo, nm de Manoel Pimenta de Abreu e s/m Maria de Godoes de Almeida natural da vila de Mogi do dito bispado. Padr.: Manoel Teixeira Leite e Joanna Ignacia mulher de Manoel Antonio do Pinho.

B7: casamentos Barbacena, Sta Rita  aos 16-06-1798 Manoel Jose de Moraes, f.l. de Jose Vas de Moraes e Angela Paes; = Anna Fernandes, f.l. de Jose Frz V. Nova e Caterina Maria dos Santos. Nts e bts. nesta.

10-12-6- José Marcelino de Moraes, batizado aos 28-03-1762. Aos 07-07-1795 casou com Joana Maria de Jesus, filha de Manoel Faleiro e Custódia Maria (ou Teresa) – família Bento Faleiro, neste site.

B7: batismos Barbacena, Ribeirão aos 28-03-1762 JOZE nascido aos 18, f.l. de Jose Vas de Moraes natural da freguesia de N. Sra. da Conceição Bispado de S.Paulo e s/m Angela Paes natural da freguesia de Mogi do dito bispado; np de Jose Vas de Moraes e s/m Anna Pires de Oliveira da dita freguesia da Conceição; nm de Manoel Pimenta de Abreu e s/m Maria de Godoes naturais da dita freguesia de Mogi. Padr.: José Lopes de Oliveira e s/m Bernardina Caetana.

B7: casamentos Barbacena, Ermida S. Francisco de Paula aos 07-07-1795 José Marcelino de Moraes, f.l. de Jose Vas de Moraes e Angela Paes; = Joana Maria de Jesus, f.l. de Manoel Faleiro e Custodia Maria, n/b nesta.

         José testou na nesta paragem denominada o Rio Fundo em 19-10-1809 e faleceu aos 8 de dezembro do mesmo ano. Sem geração.

Barbacena, MG aos 08-12-1809 faleceu Jose Marcelino de Moraes casado com Joana Maria de Jesus; sepultado dentro desta matriz.

Testamento: Eu Jose Marcelino de Moraes morador no Rio Fundo da freguesia da vila de Barbacena comarca do Rop das Mortes Bispado de Mariana, f.l. de Jose Vaz de Moraes e de Angela Paes, ja falecidos, natural e bat. na freguesia de N. Sra da Piedade de Barbacena. Sou casado com Joana Maria de Jesus e não tivemos filhos. Não tenho herdeiro algum nem outro algum ascendente ou descendente.

Testamenteiros em 1º a m/mulher Joana Maria de Jesus, em 2º a m/sobrinho João Manoel da Silveira e em 3º a Jose Leite de Siqueira.

Encomendações pias. Declara devedores e dividas, entre elas a meu cunhado Francisco Luiz; a meu sobrinho João Manoel da Silveira onze anos do serviço que tem andado com a minha gente na tropa e feito outros serviços em casa e no campo, se pagara por cada an o a doze mil rs; devo ao Agostinho casado com minha prima Genoveva cinco oitavas; pagas as minhas dividas, cumpridos os meus legados, de todo os remanescentes de meus bens instituo por meu universal herdeiro a minha mulher Joana Maria de Jesus.

Nesta paragem denominada o Rio Fundo aos 19-10-1809 = Jose Marcelino de Moraes.

10-12-7- Gabriel, batizado aos 28-03-1762.

B7: batismos Barbacena, Ribeirão aos 28-03-1762 GABRIEL nascido aos 18, f.l. de Jose Vas de Moraes natural da freguesia de N. Sra. da Conceição Bispado de S.Paulo e s/m Angela Paes natural da freguesia de Sant’Ana da vila de Mogi do dito bispado; np de Jose Vas de Moraes e s/m Anna Pires de O

TAMBÉM FORAM PARA PENÁPOLIS-SP bem antes e são os REAIS PIONEIROS DE PENÁPOLIS-SP:
Manuel Antônio Monteiro, se não for homônimo, é irmão do CAPITÃO JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO, O QUE FALECEU NO BADAJÓS EM UBERABA-MG, EM 1900, PAI DE 8 MONTEIRO QUE FORAM PARA PENAPOLIS-SP.

Manuel Antônio Monteiro, era amigo e genro do fundador de Penápolis-SP, e, segundo nos informaram, responsável pela demarcações das terras todas, segundo pesquisamos e esperamos confirmação.

Portanto hiper super pioneiro responsável pelo surgimento de Penápolis-SP.

Esse Manuel Antônio Monteiro, deve ser homônimo e não deve ser o pai do Militão abaixo. Militão nasceu em 1856 em Passos-MG.

Não tem idade para ser o pai do Militão. Militão é nome de avenida em Tanabi-SP.

Manuel Antônio Monteiro morreu provavelmente em Araçatuba-SP, onde morreu sua mulher, filha do Fundador de Penápolis-SP.

Estamos á procura dos descendentes dele. Manuel Antônio Monteiro faleceu por volta de  1940.

O Capitão MILITÃO MONTEIRO DE ARAUJO,  (filho de Manuel Antônio Monteiro, este é  irmão do Capitão João Monteiro de Araújo fal. 1900, ver abaixo) também é pioneiro em Penápolis-SP, e,  em Tanabi-SP.

A PARTE DOS MONTEIRO DE ARAUJO QUE CASOU NA FAMILIA DA MADRINHA DA SERRA

O Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, nasceu em 1785, (filho de JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO E ANA MARIA DE JESUS,) VIVEU SEUS PRIMEIROS ANOS PERTO DE CANDEIAS-MG.

O Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO foi Juiz de Paz lá em Candeias-MG ,por volta de 1831.

Em Candeias-MG, ATÉ HOJE EXISTE O RIBEIRÃO DOS MONTEIRO, COM PLACA NA RODOVIA.

Em 1842, transferiu-se para a Fazenda do Morro Redondo do Pontal em Franca-SP – Hoje fica em Itirapuã-SP, e, ainda é, em 2014, da família Monteiro de Araújo.

Faleceu em Franca-SP (Fazenda do Morro Redondo do Pontal), em 1860, com testamento.

=

TERRA COMPRADA EM 1842 PELO CAPITAO JOSE MONTEIRO DE ARAUJO. ANO EM QUE NASCIA SEU NETO PIONEIRO EM PENAPOLIS-SP

MAPA DA DIVISÃO das terras da Fazenda MORRO REDONDO DO PONTAL comprada em 1842 pelos Monteiro de Araujo, agora chamada da Mata, PERTO DE FRANCA-SP, na atual Itirapuã-SP, MAIS OU MENOS EM 1920;

Na parte da Amélia Augusto Monteiro, o pequeno desenho é da sede da Fazenda, cuja senzala está de pé até hoje.

 

DECRETO Nº 60.377, DE 11 DE MARÇO DE 1967.

    Outorga a Companhia Eletroquímica Jaraguá concessão para o aproveitamento hidráulico de um trecho do rio Pouso Alegre, usina Rio Pouso Alegre e de um trecho do rio Ribeirão dos Monteiros – Usina Ribeirão dos Monteiros – Município de candeias, Estado de Minas Gerais.

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o artigo 87, inciso I da Constituição e nos têrmos dos arts. 140 e150 do Código de Águas (Decreto nº 24.643, de 10 de julho de 1934),

    decreta:

    Art. 1º É outorgada à Companhia Eletroquímica Jaraguá, concessão para o aproveitamento hidráulico de um trecho do rio Pouso Alegre, situado no município de Formiga, Usina Pouso Alegre e de um trecho do rio Ribeirão dos Monteiro, Usina Ribeirão dos Monteiros no município de candeias, Estado de Minas Gerais.

    Art. 2º O aproveitamento destina-se a produção de energia elétrica para o uso exclusivo da concessionária, que não poderá fazer cessão a terceiros, mesmo a título gratuito.

    Parágrafo único. Não se compreende na proibição dêste artigo o fornecimento de energia aos associados da concessionária e vilas operárias de seus empregados.

    Art. 3º A concessionária fica obrigada a cumprir o disposto no código de Águas (Decreto nº 24.643, de 10 de julho de 1934), leis subseqüentes e seus regulamentos.

    Art. 4º A presente concessão vigorará pelo prazo de trinta (30) anos.

    Art. 5º Findo o prazo da concessão, a concessionária poderá requerer que a mesma seja renovada, mediante as condições que vierem a ser estipuladas.

    Parágrafo único. A concessionária deverá apresentar pedido a que se refere es artigo até seis (6) meses antes de findar o prazo de concessão entendendo-se, se não o fizer, que não pretende a renovação.

    Art. 6º O presente Decreto entra em vigor na data sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

    Brasília, 11 de março de 1967; 146º da Independência e 79º da República.

    H. Castello Branco

    Mauro Thibau

No Mapa de população de Candeias-MG, em 1831, APARECE:

(vários filhos não haviam nascido ainda, ou seja, vovó teve filhos na década de 1830 com 40 anos de idade).

FAMÍLIA GRANDE É ASSIM: QUANDO ESTÃO NASCENDO OS ÚLTIMOS FILHOS, já estão nascendo os seus primeiros netos.

Um dos primeiros NETOS  do Capitão José Monteiro de ARaújo FOI O PIONEIRO EM PENÁPOLIS JOSÉ CÂNDIDO MONTEIRO, filho de João Monteiro de Araújo.

JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, chefe do fogo, cor branca, 46 (ANOS DE IDADE), casado, agricultor. portanto nascido em 1785. No seu testamento em Franca deve ter local em que nasceu – Provavelmente em Candeias-MG. Como a filha mais velha tem 11 anos em 1831, deve ter se casado por volta de 1808 pela idade do filho mais velho. No mapa de população de 1820 já aparece casado.

MARIA JOAQUINA, cônjuge, branca, 37, casada, fiadeira, casada com o José Monteiro de Araújo, pai do Coronel João Monteiro de Araújo, PORTANTO, NASCIDA, EM 1794, EM OURO BRANCO-MG. (Freguesia de Itatiaia).

ACREDITAMOS SEREM TODOS NASCIDO EM CANDEIAS-MG, que era capela, até 1831, onde os acentos de batismo estão nos livros de ITAPECERICA-MG

JOSÉ, dependente, cor branca, 12, solteiro. (MENTECAPTO, NO INVENTARIO EM 1860, TENHO ÓBITO DELE).

JOÃO, dependente, branca, 10, solteiro. (Esse é o nosso amado Avô, o CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, 1820-1990).  Nasceu em 1820 – Tinha 10 anos quando foi feito o mapa de população de Candeias-MG em 1831.    OU SEJA ia completar 11 anos naquele 1831.

JOSEFA, dependente, branca, ?, solteiro

ANTÔNIO, dependente, branca, 4, solteiro. NÃO APARECE NO INVENTARIO EM 1860. Nasceu em 1826

MARIA, dependente, branca, 6, solteiro NASCIDO EM 1824

CÂNDIDA, dependente, branca, 11, solteiro NASCIDO EM 1819

ANNA, dependente, branca, 7, solteiro NASCIDO EM 1823.

DEMITILDES, dependente, branca, 3, solteiro

nº escravos 11, nº moradores 23

==

JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO FOI CASADO COM MARIA JOAQUINA DE JESUS: Eles se casaram mais ou menos em 1790 na Freguesia de Itatiaia, Ouro Branco-MG.

Esses são os pais de Maria Joaquina de Jesus, no Mapa de população de 1831:

JOAQUIM PIRES DE MORAIS, chefe do fogo, branca, 73, casado, PORTANTO NASCIDO EM 1758. VER PAGINA DOS PIRES DE MORAIS NESTE SITE.

MARIA CLARA DE JESUS, cônjuge, branca, 69, casado, PORTANTO NASCIDA EM 1762.

JOÃO PIRES, dependente, branca, 29, solteiro negociante

MANOEL PIRES, dependente, branca, 26, solteiro, negociante

FRANCISCO PIRES, dependente, branca, 27, solteiro, negociante

JOSÉ MARIA, dependente, branca, 20, solteiro

MANOEL, dependente, branca, 14, solteiro

nº escravos 2, nº moradores 7

COM 2 ESCRAVOS APENAS ERAM DE POBREZA EXTREMA.

= =

INVENTÁRIO DO CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO

JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO falecido, em 23 de junho de 1860, na Fazendo Morro Redondo do Pontal, tem seu inventário, em Franca-SP, atualmente no Arquivo Municipal, maço 14, número 314, de 1860. Tem testamento.

Abaixo, OS 14 fihos:

quatorze FILHOS DO CAPITÃO JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO. 

13 COM MARIA JOAQUINA DE JESUS E 1 FILHO NATURAL.

A maioria moradores na FAZENDA MORRO REDONDO DO PONTAL, que é nossa até hoje onde era a séde e arredores.

FICA EM ITIRAPUÃ-SP BEM PERTO DA DIVISA COM MINAS GERAIS .  ITIRAPUÃ SIGNIFICA MORRO REDONDO.

– 1-Ana Cândida de São José, viúva em 1860, moradora no MORRO REDONDO. Foi casada com………….

– 2-Maria Eufrásia do Sacramento (GOMES DA SILVA), solteira e com 22 anos em 1860; Nasceu em 1838, em Candeias-MG, MORA NO MORRO REDONDO em 1860. Casou-se depois na importante família GOMES DA SILVA. Casada com ….. Gomes da Silva.

-3- Josefa Cândida de Jesus, c/c Joaquim do Couto Rosa; esse comprou o Morro Redondo junto com o sogro JOSE MONTEIRO DE ARAUJO. moram na Fazenda Morro Redondo em 1860.

-4- Manuel Antônio Monteiro, casado, morador em Passos-MG. Pai do Capitão Militão Monteiro de Araujo, pioneiros em Penápolis-SP, e Militão tambem em Tanabi-SP.

– 5-Ponciana  (Porcina) Maria de Jesus, mora em Franca-SP, casado com Álvaro de Lima Guimarães em 1860. Túmulo desse casal do Cemitério de Franca é enorme e lindo. Família já entrou em contacto neste site.

– 6-Demitildes (Narciana) Maria de Jesus, casada com Antônio Sebastião Barbosa, Moravam no Morro Redondo em 1860.

– 7-JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO, NOSSO AMADO AVÔ, MORAVA COM VOVÓ LAURA CÂNDIDA DE ASSUNÇÃO, EM 1860, EM CANDEIAS-MG. Provavelmente no Ribeirão dos Monteiro. Faleceu em 1900 em Uberaba-MG: Nasceu em Minas Gerais, seu pai mudou para Franca-SP quando ele já tinha 22 anos. e acreditamos que ele veio depois.

Leia mais sobre ele e seus filhos aqui: 

https://madrinhadaserra.com/6-capitao-joao-monteiro-de-araujo-1820-1900/ ,

e, na página inicial DESTE SITE, todos os seus filhos que foram para Penápolis-SP casados com bisnetos da MADRINHA DA SERRA:

 www.madrinhadaserra.com

– 8-Joaquim Carlos Monteiro, casado, morava no Morro Redondo em 1860. Foi ele que doou o patrimônio para a formação da Igreja Matriz que deu origem a Patrocínio Paulista-SP.

-9- Francisco Monteiro de Araújo, nascido em 1834, tinha 26 anos em 1860.

– 10 – Maria Auta de Jesus, viúva, morava no Morro Redondo, em 1860. Casada com…

– 11-Laura Maria Cândida, solteira, 21 anos em 1860. Nascida em 1839. Morava no Morro Redondo em 1860.

– 12-Cândida Cassiana de Jesus, já falecida em 1860, foi casada com Claudino Ferreira de Arara.

– 13- José Monteiro de Araújo, mentecapto, casado com Maria Cândida de São José, morador no Morro Redondo do Pontal.

– FILHO NATURAL: não sabemos quem é a mãe dele: JOSÉ MARIA MONTEIRO casado com ANA DA NATIVIDADE, morador no BREJO, Goiás. Não sei onde é o Brejo.

=

Em 1842, JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, QUE FORA JUIZ DE PAZ EM  CAMPO BELO e sua família mudou-se para a Fazenda do Morro Redondo do Pontal, no atual município de Itirapuã-SP (Itirapuã significa morro redondo), na época pertencente à Vila Franca do Imperador, província de São Paulo.

 

 

recibo da compra das terras.

====

AQUI FOTO DA SEDE DA FAZENDA MORRO REDONDO DO PONTAL COM A SENZALA AO LADO QUE AINDA EXISTE:

==

Na FAZENDA VARADOURO DOS MONTEIRO TEM DOCUMENTOS ANTIGOS DELE MAS NA ULTIMA VEZ NÃO ENCONTRAMOS, DOCUMENTOS MANUSCRITOS EM  PAPEL DE LINHO, LINDOS. FALANDO QUE ERA JUIZ DE PAZ.

=

NOTICIA SOBRE O RIBEIRÃO DOS MONTEIRO, indica que no livro do Leopoldo Correia tem informações dele.

Claudinê Silvio dos Santos

ESPAÇO 2005

Prefeitura poderá ter energia elétrica para abastecer SAAE

Ao ler a notícia publicada no Jornal Oficial, fui ao meu acervo e localizei no livro de Dr. Leopoldo Correa (Achegas A História do Oeste de Minas) nas paginas 128, 129 e 130, a história das nossas usinas hidrelétricas, algumas das quais tive o privilégio de conhecer; a velha casa das máquinas na ponte da Charqueada e a usina do Pouso Alegre, que ficou conhecida como Usina Velha. Esta última foi o local, onde além de boa pescaria, era bom local de passeio, enquanto que a usina Ribeirão dos Monteiros, localizada na região da Estação de Bugios, município de Candeias, tive o privilegio de acompanhar a sua construção, quando aos domingos, juntamente com meu pai, minha mãe e meus irmãos, pegávamos o trem da Rede Mineira de Viação, a velha Maria Fumaça, todos os domingos as 8:00horas da manhã e as 17:00 horas, estávamos de volta, alegres, pois além da visita à nova usina hidrelétrica, para nós, viajar de trem, era uma grande terapia.

http://www.novaimprensa.inf.br/passadas/438/geral.html

=

=

Usina Ribeirão dos MOnteiros

DECRETO Nº 60.377, DE 11 DE MARÇO DE 1967. Outorga a Companhia Eletroquímica Jaraguá Concessão para o Aproveitamento Hidráulico de Um Trecho do Rio Pouso Alegre, e de Um Trecho do Rio Ribeirão Dos Monteiros-usina Ribeirão Dos Monteiros – Município de Candeias, Estado de Minas Gerais.

Decreto Federal do Brasil nº 60.377, de 11 de Março de 1967

Outorga a Companhia Eletroquímica Jaraguá concessão para o aproveitamento hidráulico de um trecho do rio Pouso Alegre, Usina Rio Pouso Alegre e de um trecho do rio Ribeirão dos Monteiros – Usina Ribeirão dos Monteiros – Município de Candeias, Estado de Minas Gerais.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o artigo 87, inciso I da Constituição e nos têrmos dos arts. 140 e150 do Código de Águas (Decreto nº 24.643, de 10 de julho de 1934),

DECRETA:

Art. 1º É outorgada à Companhia Eletroquímica Jaraguá, concessão para o aproveitamento hidráulico de um trecho do rio Pouso Alegre, situado no município de Formiga, Usina Pouso Alegre e de um trecho do rio Ribeirão dos Monteiro, Usina Ribeirão dos Monteiros no município de candeias, Estado de Minas Gerais.

Art. 2º O aproveitamento destina-se a produção de energia elétrica para o uso exclusivo da concessionária, que não poderá fazer cessão a terceiros, mesmo a título gratuito.

Parágrafo único. Não se compreende na proibição dêste artigo o fornecimento de energia aos associados da concessionária e vilas operárias de seus empregados.

Art. 3º A concessionária fica obrigada a cumprir o disposto no código de Águas (Decreto nº 24.643, de 10 de julho de 1934), leis subseqüentes e seus regulamentos.

Art. 4º A presente concessão vigorará pelo prazo de trinta (30) anos.

Art. 5º Findo o prazo da concessão, a concessionária poderá requerer que a mesma seja renovada, mediante as condições que vierem a ser estipuladas.

Parágrafo único. A concessionária deverá apresentar pedido a que se refere es artigo até seis (6) meses antes de findar o prazo de concessão entendendo-se, se não o fizer, que não pretende a renovação.

Art. 6º O presente Decreto entra em vigor na data sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Brasília, 11 de março de 1967; 146º da Independência e 79º da República.

H. CASTELLO BRANCO
Mauro Thibau

 

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial da União – Seção 1 de 16/03/1967

 

Publicação:

  • Diário Oficial da União – Seção 1 – 16/3/1967, Página 3172 (Publicação Original)
  • Coleção de Leis do Brasil – 1967, Página 493 Vol. 2 (Publicação Original)

Editar esta entrada.

5 Respostas to “2 – A Família Monteiro de Franca-SP, Uberaba-MG, Penápolis-SP, Candeias-MG – Barbacena-MG – Capitão José Monteiro de Araújo (*Candeias-MG *1.785 – +Itirapuã-SP 1.861), pai do Coronel João Monteiro de Araújo neto (1820-1900), sua família unida à Madrinha da Serra”

  1. joao jose monteiro Says:
    ola sou monteiro de candeias alias dos arrudas município dde candeias mg meu pai Pedro Monteiro mais 4 tios mari dorica joao e antonio todos de campo belo nascidos entre 1870 1898 eu moro nos arrudas somos 9 filho do pedro mais 36 netos 18bis 5 tataranetos meu pai foi arreeiro e depois lenheiro fornecedor de lenha para a RMV marias fumaça ok tenho muito mais historia para acrescentar

    • capitaodomingos Says:
      ótimo. mande informações. e fotos do ribeirão dos monteiro. vocês moram perto do ribeirão dos monteiro? eu tenho os nomes dos filhos e genros do primeiro monteiro que morreu em 1800, em breve publico. vc descende de um deles e gostaria de saber se ainda estão por lá os que tem sobrenome dos genros.
      mandei informações e histórias e fotos.
  2. 2 – Capitão José Monteiro de Araújo (1785 – 1860), pai do Coronel João Monteiro de Araújo, sua família – madrinhadaserrablog Says:
    […] jose monteiro Says: 24 de abril de 2015 às 11:35 am | Responder   editarola sou monteiro de candeias alias dos arrudas município dde candeias mg meu […]
  3. José Fernando Cedeño de Barros Says:
    Bom dia. Meu nome é José Fernando Cedeño de Barros e minha família é de Franca-SP. Minha mãe, Ignez Cedeño de Lima Barros, era filha de Salvador Cedeño Galiano e de Maria Izabel de Lima, filha de Thomaz Monteiro de Lima, filho de Álvaro de Lima Guimarães e de Ponciaba Purcina Monteiro, de Candeias-MG. Meu bisavô foi para Penapolis por volta de 1920 e ali formou a Fazenda Sta Terezinha, onde faleceu em 1934. Está sepultado em Franca-SP. Tenho interesse em compartilhar informações sobre os Monteiros.

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA Faleiros, Leme, UBERABA-MG FRANCA-SP MADRINHA DA SERRASays:
      Excelente. Gostaria muito que postasse os descendentes filhos netos e bisnetos do Álvaro de Lima Guimarães que tem túmulo grande em Franca-SP. Seu bisavô faleceu em Penápolis-SP e foi o corpo transferido para Franca-SP é isto? Mande informações sim, e divulgue o site. Obrigado

Sobre GENEALOGIA, Familias, SILVA OLIVEIRA, Faleiros, Leme, UBERABA-MG, FRANCA-SP, MADRINHA DA SERRA, Três Ilhoas

busca de certidões, imigração, visto, nacionalidade, origem genealogia de Famílias dos Açores, da Ilha da Madeira e do Norte de Portugal famílias de Minas Gerais e de São Paulo no Brasil - Leme, Faleiros, Silva Diniz, Silva e Oliveira, Carrilho de Castro, Valim de Melo, as Três Ilhoas, e, Bandeirantes
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s